Categoria: Maquiavelices (page 1 of 1)

EU SOU PRESIDENTE BOLSONARO

Sérgio Tomioka
Sérgio Tomioka

Sérgio Tomioka é filósofo, professor precarizado, vegano … e taurino.

Hoje é dia 20 de junho. Um dia depois do J19, dia de manifestações por todo o país contra o presidente Bolsonaro e pela vacinação de toda a população. Não por falta de vontade, mas não fui à manifestação. Estou trancado em casa há um ano e meio, tenho parentes que não podem se expor ao risco, não fui à manifestação. Deparei-me, hoje, um dia depois dos protestos por todo o país, com um diálogo algo insólito em uma rede social: Pedia, uma amiga de rede, uma explicação, se havia ainda alguém que defendia o maldito presidente, pois ela queria entender e dialogar, em paz, frise-se, com … Continue Lendo

DéjA Vu às avessas

Marcelo Balloti Monteiro
Marcelo Balloti Monteiro

Economista formado pela PUC-SP, mestre em Economia Política pela PUC-SP, doutor em Ciências Sociais pela UNESP. Docente na Universidade Anhembi-Morumbi desde 2019 e analista setorial na Lafis Consultoria. Pesquisador nas áreas de Macroeconomia e Economia Internacional com foco em União Europeia.

A pandemia do novo Coronavírus despertou um sentimento comum à maioria dos cidadãos espalhados pelo mundo: temos a sensação de que estamos vivendo em março de 2020, mês no qual a OMS decretou pandemia mundial. Na política brasileira, o sentimento não é diferente: parece que paramos em 2018 só que às avessas.

2018 foi o ano das últimas eleições presidenciais. Após um processo conturbado de impeachment que afastou Dilma Rousseff, aberto sob a “égide” da … Continue Lendo

A subjetivação neoliberal e a política orçamentária

Robson Zuccolotto
Robson Zuccolotto

Doutor em controladoria e Contabilidade FEA-USP; Pós-Doutor em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas – SP, Professor da Universidade Federal do Espírito Santo; pesquisador e autor de trabalhos (livros, capítulos de livros e artigos científicos) na área de finanças e contabilidade pública.

Em meu último texto nessa coluna escrevi sobre as três dimensões do orçamento público, com destaque para a dimensão política do orçamento público. Volto a esse tema porque democratizar o orçamento é central para a democratização do país. Enquanto alguns grupos econômicos continuarem se apropriando dos fundos públicos para a garantia de seus próprios interesses e a compreensão do orçamento não incorporar os diversos interesses dos grupos envolvidos na disputa por recursos orçamentários, sua mera … Continue Lendo

A guerra pela invisibilidade

Alcides Peron
Alcides Peron

Alcides Peron possui Mestrado e Doutorado em Política Científica e Tecnológica pela Unicamp. Foi fellow researcher nas universidades de Lancaster e King’s College London, no Reino Unido. Foi professor de Relações Internacionais na Facamp e Anhembi Morumbi. Atualmente é pesquisador de pós-doutorado da FFLCH-USP e pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da USP, onde estuda o emprego de novas tecnologias de vigilância e monitoramento para segurança, policiamento, militarismo e tecnologia, Inteligência Artificial e Direitos Humanos.

O famoso antropólogo Bruno Latour afirmou em um dos seus livros que a base do poder do império britânico no século XIX estava na sua capacidade de comandar e controlar sua imensa rede de subalternos globalmente. Isso se manifestaria na rede … Continue Lendo

GEOPOLÍTICA DA VACINA

Marília Carolina Barbosa de Souza Pimenta
Marília Carolina Barbosa de Souza Pimenta

Doutora em Relações Internacionais pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (2016). Docente no Centro Universitário FECAP-SP. Coordenadora do curso de graduação em Relações Internacionais e da pós-graduação em Negócios Internacionais e coordenadora do Comitê de Internacionalização. É sócia da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI) e da International Studies Association (ISA). Na ABRI é coordenadora da Área Temática: Ensino, Pesquisa e Extensão.

A eclosão da pandemia evidenciou as diferenças de desenvolvimento econômico entre os países. Economias mais desenvolvidas se organizaram rapidamente e já se beneficiam do retorno a algo parecido com o que era a normalidade. Países emergentes, com menor capacidade de mobilização e tecnologia, seguem pressionados por dificuldades … Continue Lendo

FATOS, ARGUMENTOS E ALÉM

Sérgio Tomioka
Sérgio Tomioka

Sérgio Tomioka é filósofo, professor precarizado, vegano … e taurino.

Estou com um problema aqui comigo. Preciso me apresentar, uma vez que esse é um texto inaugural, em um meio inaugural, de uma coisa que ainda não fiz na vida, que é escrever, publicamente, para pessoas que não conheço. Já escrevi e escrevo com regularidade, claro. Mas escrever aulas, argumentos, dissertações e artigos têm, sempre, um público específico (no caso da filosofia, um público que não chega a ser enorme…). Alunos, examinadores, bancas, são sempre famigerados, apesar de pessoalmente desconhecidos. O meu problema é, então, o de me definir, para apresentar em mim aquilo que possa interessar a vocês. Pois que todo texto esconde e revela aquilo … Continue Lendo

Basta atender a torcida? O “Pafrentemente” das mudanças na política social

Fabio Andrade
Fabio Andrade

Doutor em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV) com realização de Doutorado Sanduíche na University Of Texas at Austin. Mestre e graduado em Economia. Professor no Curso de Relações Internacionais da ESPM.

Aqui damos continuidade ao texto de 12/04/2021. Que traçava um paralelo entre renovação contratual de um craque e a mudança em política pública. Nesse intuito, voltamos ao temos usados por Osvaldo Paschoal, “patrasmente” e “pafrentemente”.

Antes de seguir, cabe uma ressalva, possíveis objeções podem ser levantadas ao paralelo, tendo em vista que o contrato de renovação é um tema privado. Ideologia importa, porém o “contrato de gestão” entre Estado e Organizações Prestadoras de Serviços é utilizado por Governos de diferentes orientações. Se … Continue Lendo

O lado escondido do orçamento público

Robson Zuccolotto
Robson Zuccolotto

Doutor em controladoria e Contabilidade FEA-USP; Pós-Doutor em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas – SP, Professor da Universidade Federal do Espírito Santo; pesquisador e autor de trabalhos (livros, capítulos de livros e artigos científicos) na área de finanças e contabilidade pública.

Apesar de parecer um tema que não impacta diretamente nossas vidas, ouvimos diariamente na TV ou lemos nos jornais notícias relacionadas ao orçamento público. Temas como corte de gastos, equilíbrio orçamentário, reformas (previdência, administrativa), teto de gastos, superávit ou déficit primário e nominal etc. Em geral o tema vem sempre acompanhado por uma analogia ao orçamento doméstico e defendendo a ideia de que se os gastos são muito altos é preciso cortá-los. Raramente aparece alguém … Continue Lendo

ENTREVISTA: O governo Biden vai enfrentar desafios cada vez mais frequentes

Denilde Holzhacker
Denilde Holzhacker

Doutora em Ciência Política pela USP (2006).
É professora no curso de Relações Internacionais da ESPM-São Paulo. Coordena o Legislab (Laboratório de Monitoramento do Legislativo) e o Núcleo de Estudos e Negócios Americanos (NENAM).

Fábio Andrade, um dos editores deste Fatos. Argumentos?, convive quase diariamente com a professora Denilde Holzhacker, cientista política, especialista em Estados Unidos e professora da Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Foi essa relação, pautada pela liderança tranquila e pelo cuidado para com a análise e construção dos argumentos, que motivou a escolha da professora Denilde Holzhacker para ser a primeira entrevistada deste site.

Na conversa a seguir, a qual os leitores têm acesso na íntegra, a professora Holzhacker fala sobre os desafios … Continue Lendo

Brasil na rota do terrorismo de extrema direita?

David Magalhães
David Magalhães

Professor de Relações Internacionais da PUC-SP e FAAP e coordenador do Observatório da Extrema Direita

“Torture os números e eles irão confessar qualquer coisa”, disse o escritor norte-americano, Gregg Easterbrook. O mesmo adágio valeria para alguns conceitos que, quando suficientemente torturados, gastos e banalizados passam a significar tudo e, consequentemente, nada. Quando o conceito é, também, um instrumento político de demonização do outro, um rótulo para desqualificar o adversário, aí o terreno onde paira a estabilidade semântica fica ainda mais pantanoso. Exemplo disso foram as repetidas vezes em que Geraldo Alckmin e José Serra foram chamados de fascistas. Por amor à lógica, se classificamos os dois tucanos como fascista, que termo teríamos de empregar para tipificar Jair … Continue Lendo

Entre o frango e a floresta: o dilema da diplomacia de Bolsonaro

Helena Margarido Moreira
Helena Margarido Moreira

Professora de Relações Internacionais e Doutora em Ciências pela Universidade de São Paulo.

Imagine que você é o negociador-chefe enviado pela maior potência do planeta para fechar um acordo com o país detentor da maior parte da maior floresta tropical do mundo em busca de um reengajamento nos esforços coletivos para o combate ao aquecimento global. Do outro lado da mesa, o principal interlocutor mostra à tua equipe uma imagem clássica em padarias brasileiras (ênfase no brasileiras) de um cachorro sentado olhando sedento para uma máquina de frango assado – em que os frangos carregam cifrões de dólares – onde se lê “expectativa de pagamento”.

Poderia ter sido apenas um episódio de “choque cultural”, com … Continue Lendo

Entre a Pressão da Torcida e as Estatísticas do Técnico! O Patrasmente na Política Social.

Fabio Pereira de Andrade
Fabio Pereira de Andrade

Doutor em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV) com realização de Doutorado Sanduíche na University Of Texas at Austin. Mestre e graduado em Economia. Professor no Curso de Relações Internacionais da ESPM.

Comecemos por uma referência extremamente popular: o Futebol. O maior dos esportes! Possivelmente por sua imprevisibilidade, o jogo em que o pequeno pode derrubar o gigante! Será que esse é o motivo para tanta paixão? Difícil saber. A polêmica está aí.

Para o torcedor comum, a renovação de contrato do craque de seu clube alimenta incertezas. Osvaldo Paschoal é um experiente comentarista esportivo, que construiu termos populares para ilustrar os desafios da renovação. A renovação contratual passa pelo “patrasmente” e … Continue Lendo

Gostou do site? Então espalhe a palavra! :)

Cadastre seu E-mail
Instagram