Autor: Fabio Cardoso (page 1 of 1)

Jornalista, produtor do Podcast Rio Bravo e autor de “Capanema”, publicado pela editora Record

O fim do mundo será por ansiedade de informação

Fabio S. Cardoso
Fabio S. Cardoso

Jornalista, produtor do Podcast Rio Bravo e autor de “Capanema”, publicado pela editora Record.

Como um conto de Julio Cortázar nos dá pistas para entendermos o problema do excesso de conteúdo

A editora Companhia das Letras acaba de lançar, pela primeira vez no Brasil, uma coletânea com os contos completos do escritor argentino Júlio Cortázar. Essa notícia, por si só, é digna de nota e louvor, sobretudo em uma época que a ideia de alta literatura parece pouco convencional, ou, ainda, pouco acessível. Há quem queira transformar conteúdo em arte; há quem imagine que a mensagem possa ser ressignificada, tornando-se de mais fácil compreensão; há, por fim, quem olhe para tudo isso com certo enfado – … Continue Lendo

A Globo virou um trem desgovernado?

Fabio S. Cardoso
Fabio S. Cardoso

Jornalista, produtor do Podcast Rio Bravo e autor de “Capanema”, publicado pela editora Record.

À primeira vista, um leitor informado tem a impressão de que o Grupo Globo está à beira do colapso. Senão, vejamos: do ano passado para cá, a principal emissora do país colecionou pequenas derrotas simbólicas em relação a alguns de seus produtos mais lucrativos: os direitos de transmissão de futebol (Libertadores da América e Copa América, por exemplo) e, enquanto este texto é escrito, paira certa dúvida quanto à Copa do Mundo de 2022. Ao mesmo tempo, depois de muitos anos, a Fórmula 1, o grande campeonato de automobilismo, saiu da grade de programação da família Marinho e foi para a casa … Continue Lendo

O que a coluna do ombudsman tem a ensinar sobre o lugar da escuta?

Fabio S. Cardoso
Fabio S. Cardoso

Jornalista, produtor do Podcast Rio Bravo e autor de “Capanema”, publicado pela editora Record.

A jornalista Flávia Lima é a ombudswoman da Folha de S.Paulo. Como titular da função, sua missão é “receber, investigar e encaminhar as queixas dos leitores”, além de realizar a crítica interna do jornal; e uma vez por semana analisar a cobertura dos meios de comunicação, com destaque para a Folha de S.Paulo. O comentário da ombudswoman, no entanto, extravasa essa disposição mais técnica. Dito de outra maneira, a leitura mais atenta do noticiário permite que a audiência conheça os mecanismos internos da política, da economia e, claro, do jornalismo e de suas escolhas. O que a princípio deveria ser de … Continue Lendo

Gostou do site? Então espalhe a palavra! :)

Cadastre seu E-mail
Instagram